Dança – Uma das peças chaves para um ensaio fotográfico
16203
post-template-default,single,single-post,postid-16203,single-format-standard,ajax_fade,page_not_loaded,,vertical_menu_enabled,qode-child-theme-ver-1.0.0,qode-theme-ver-16.5,qode-theme-bridge,disabled_footer_bottom,wpb-js-composer js-comp-ver-5.4.7,vc_responsive
 

Dança – Uma das peças chaves para um ensaio fotográfico

Dança e fotografia

Dança – Uma das peças chaves para um ensaio fotográfico

Por – Bruna de Oliveira

Nosso corpo tem diversas formas de se expressar. Uma delas é a dança. Quando pensamos em ensaio fotográfico, algumas pessoas nem imaginam o quanto nosso corpo exala uma linguagem que muitas vezes passam despercebidas. O tema abordado no post de hoje, é uma linda conversa com o corpo, dança e fotografia.

Conversação e fotografia

O poder da comunicação através da fotografia é gigantesco, pois é a partir dela que pessoas podem se expressar. É possível frutificar conhecimento sobre os mais variados assuntos, sejam políticos, psicológicos, socioculturais, dentre muitos outros, por meio da fotografia. 

Pedro Egídio, fotógrafo há 14 anos morou dois anos na Espanha para realizar sua graduação e realizou mestrado de fotografia artística de moda em Milão por dois anos e meio. Residiu em Londres por seis meses estudando a história da arte.

Segundo Pedro, a soma de qualquer arte proporciona um resultado artístico diferenciado. “O modelo dá vida a foto com sua expressão. Toda arte precisa transmitir algo, a dança com o ensaio fotográfico são artes casáveis. A soma delas causa o inusitado”, afirma.

O editorial da Collection Store, foi algo inesperado. Os componentes do cenário com tecidos coloridos, a maquiagem com cores marcantes, e a perspectiva do fotógrafo Pedro e do produtor de moda Lucas, ajudaram para concluir um trabalho lindo e sair do tradicional para transmitir a ideia das fotos e não do que você vê. Fique por dentro sobre os editoriais e Produção – Conheça o processo dos bastidores de um editorial -. 

O produtor de moda Lucas Viceli, explica que o conceito do editorial foram as cores do verão. “Tecidos com tons pastéis em contraponto com as roupas. A Ideia de movimento também foram aplicadas para dar um contraste bacana nas fotos. Focamos na intensidade das modelos, tanto nas poses quanto na expressão delas”. Finaliza.

A expressão do artista e do modelo, é importante para realizar um ensaio fotográfico. Pois, é através dela, que o público irá compreender o tema do editorial. Quando o modelo se coloca à disposição do fotógrafo, é necessário exibir o corpo e a imagem.

Dicas do fotógrafo Pedro para se sair bem em um ensaio:

– Não tenha medo;

– Não tenha vergonha;

– Tente entender a personalidade da pessoa que está te fotografando;

– Tente perceber a ideia do editorial e transmiti-la para o fotógrafo;

– Desenvolver o seu lado visceral;

– Não se sentir reprimido, pois ninguém está te avaliando.

A dança como ingrediente para fotografia

A dança é um elemento que dá apoio ao corpo e a expressão. No ensaio da Collection Store, tivemos a oportunidade de presenciar essa demonstração. A modelo e professora de ballet há 50 anos, Mauren Esmanhotto, usou sua forma de manifestação por meio da dança.

“Quando eu me coloquei à disposição do Pedro, eu decidi me compartimentalizar em frames. O exercício do ballet, mesmo que seja um simples alongamento, tonifica a musculatura de uma maneira longilínea”. Explica.

Uma das técnicas que a modelo Mauren utilizou também, foi de colocar uma música interna dentro da sua mente. “Conforme eu fui recebendo as orientações, eu fui me entregando ao ideal das fotos. A dança fragmentada em frames, é movimento”, afirma.

Dança e fotografia

            Foto: Pedro Egidio

           Foto: Pedro Egidio

                        Foto: Pedro Egidio

O ponto principal que um artista deve ter em consciência, é que ele pertence a obra, e a composição é a perspectiva da produção, os aspectos do cenário, a luz, e a egrégora, que faz o clima acontecer. Mauren também é especializada em analisar corpos e sua linguagem, e ainda conclui que, “a terapia é a especialidade do corpo”.

Esse editorial estará disponível na semana do dia 25/2. Gostou da nossa matéria? Continuem acessando nossas redes sociais e acompanhando nossos posts.